Arquivo para fevereiro, 2009

Oooo Aurora!

Posted in Cachorradas on fevereiro 26, 2009 by rexandthecity

Depois de tanto tempo, vim aqui com esse post novo!

Não consegui escrever sobre o fim da minha história com Dart Vader e acho que talvez eu nunca consiga. Ainda dói um pouquinho…

Hoje venho com uma história nova de mais uma das minhas muitas coincidências… (Tive que pular uma história que aconteceu no meio do fim de Dart Vader e do começo desta, mas um dia eu volto).

Antes de decidir esquecer Dart Vader e de ele fazer tudo o que fez comigo, eu resolvi fazer uma viagem de férias com as minhas amigas. Fomos pra Búzios com o objetivo de relaxar, ficar morenas e falar mal de homem. Nada mais.

No segundo dia na cidade, acordei inspirada e parti pra praia… Só que no meio do caminho, andando ainda pelo condomínio, vejo um amigo meu deitado na rede… Fui chegando perto pra ver se era mesmo e acabamos conversando um pouco, numa situação até estranha pra falar a verdade… Pra descontrair o clima, ele disse que ia sair a noite e convidou a gente pra ir.

Fui à praia e voltei. As meninas cismaram de cair na piscina e lá fui eu… Lá, estavam o meu amigo, a namorada e um outro garoto.

Pausa para explicar quem é o outro garoto:

2007. Combinei com duas amigas minhas de elas dormirem aqui em casa pra nós 3 fazermos uma night daquelas e depois voltarmos fofocando! Fomos pra uma boate, dançamos muito e eu acabei ficando com o garoto mais bonito do lugar… Ele realmente era lindo, fortão, alto… aiaiai… Me descontrolei. Minha amiga acabou ficando com o primo dele, um menino meio desajeitadinho que só falava de música.

Na hora de ir embora, os dois trouxeram a gente em casa e a minha amiga que estava sozinha pediu pra subir e dormir. Eu, como anfitriã, tive que subir com ela, arrumar a cama, essas coisas. O meu menino acabou subindo comigo pra eu não ir sozinha e nós dois acabamos parando no sofá, nos agarrando loucamente. Abre parênteses – melhor pegada da minha vida – fecha parênteses.

Já estávamos bem empolgados quando a porta abre e entram a minha amiga e o menino que gostava de rock. Ficou um clima péssimo, de eles se agarrando ali e nós aqui. Acabamos, eu e o garoto, indo pro meu quarto, mas eu resisti e acabei não transando.

No dia seguinte, acabei descobrindo que os dois eram muito amigos de um amigo meu da faculdade (aquele da rede) e ele me mandou um esporro astronômico dizendo que eu não devo ficar com amigos dele porque nenhum presta…

Bem, o tempo passou e eu nunca mais vi o garoto do sofá.

Voltando à piscina. O garoto que estava lá com o meu amigo era exatamente o primo do garoto que eu levei pra minha casa. O mais interessante foi que, quando me viu, ele não conseguiu agir com naturalidade e ficou me olhando como se eu fosse a Gisele Bündchen perdida em Búzios. Não dei a menor confiança.

À noite, tentamos, eu e as meninas, procurar o meu amigo no bar onde ele tinha dito que estaria, mas não conseguimos. Acabamos indo pra um barzinho super-pegação, em que eu tomei umas três cantadas de caras bonitos diferentes e estava só ajeitando minha cabeça pra qual eu iria escolher no final.

Nisso, aparece o garoto que gostava de rock, sozinho, olhando pras mesas como se procurasse alguém. Eu dei um tchau quando nossos olhares se cruzaram e ele veio na nossa direção. Disse que estava sozinho, que meu amigo tinha ido pra casa e que ele estava sem sono e sem paciência de ficar em casa. Inconscientemente, chamei pra sentar conosco na mesa. Aaaaah, erro meu. As meninas quase me mataram. Ele empacou o “flerte” e nós acabamos ficando chupando dedo.

Só que, de quebra, eu descobri que ele era um fofo, culto, educado e que ele estava dando em cima de mim fortemente. Ele nos levou em casa e comentou sobre nós voltarmos juntos pro Rio no dia seguinte, porque ele voltaria sozinho e tal. O problema é que ficou claro que era só eu e não as meninas… Acabei negando o convite e ele voltou sozinho.

Quando voltei pro Rio, fui adicioná-lo no orkut e lá estava um “namorando”! Fiquei revoltada e cheia de homem complicado na minha vida.

Depois de uma semana, entrei novamente no orkut dele e o namorando tinha sumido. Adicionei ele no orkut, no msn, marcamos encontro e saímos.

Ele tinha terminado o namoro antes do carnaval e foi pra Búzios tentar esquecer a menina, passando 15 dias sozinho… Acabou me conhecendo.

Bem, saímos, nos divertimos muito, o papo é muito bom e a pegada, sensacional. Deve ser de família! 🙂

Sabe aquele homem que abre a porta do carro pra você, te coloca sentadinha, te enche de beijos, fecha a porta, vai pro lado do motorista, senta e te enche de beijos de novo? Ai.

Então, problemas. Carnaval chegando… Meu irmão viajou e eu pensei em nós dois, eu e ele, aqui, dormindo juntinhos na sexta-feira pra comemorar o início do carnaval. Liguei pra ele perguntando o que iria fazer hoje e ele, simplesmente, disse que ia sair, que era carnaval né? Eu, revoltada e sentimental, mandei uma mensagem e ele respondeu friamente “Ah, não fica assim”.

Morri.

Passei meu carnaval tão triste que nem quando o cara mais gato e lerdo da minha faculdade, daqueles que não chega em ninguém, resolveu chegar em mim, eu não quis.

No orkut dele já tem scrap de piriguetes carnavalescas… E eu tô em casa, chupando dedo, chorando por causa dele e esperando que ele me ligue.

Será que ele vai me ligar?

Eu não sei se agüento outro baque desses não.

Tô achando que tô apaixonada. Rezem (MUITO) por mim!

Anúncios